Tenho analisado a teia social e toda sua engrenagem mercadológica. Nós, humanos, somos preparados para sobreviver por meio da educação. Quanto menos estudamos e quanto menos lemos, menos chance temos de romper com os grilhões da escravidão. A escravidão é invisível aos olhares mais  desatentos. O tempo todo a engrenagem comercial procura nos tirar cada centavo do bolso, por meio de propagandas e hábitos culturais. Valorizamos,de forma equivocada, os produtos da vida urbana e acabamos, assim, colocando nosso equilíbrio emocional e financeiro em risco. À medida que nos  conscientizamos da realidade da vida, tornamo-nos menos vulneráveis aos produtos sedutores do mercado. O mercado é uma ilusão perigosa…

Há momentos que precisamos de força suficiente para abrir mão de consumir no presente para a construção de um futuro mais promissor e não há outro caminho, que não esteja relacionado com a capacidade de fazer poupança. A poupança  permite-nos escolher caminhos e tomar decisões, simplesmente, porque  deixamos  de viver  debaixo das mãos poderosas da necessidade. Quanto mais contraímos dívidas menos capacidade de decidir temos. Tornamo-nos frágeis demais, simplesmente, porque não podemos deixar de continuar correndo desesperadamente para pagar as contas de cada mês. Logo percebemos que a poupança nos concede uma vida de mais calmaria e equilíbrio. Podemos decidir com mais clareza aquilo que iremos fazer e como iremos investir nossos recursos.

Uma grande parte da população vive uma vida de  desespero, tendo em vista o volume de dívidas. Não há nada pior na vida do que viver administrando dívidas e mais dívidas. O endividado perde sua autoestima e sua capacidade de escolha. Se quisermos conquistar uma vida livre, precisamos compreender o valor do dinheiro no tempo. Faça poupança e construa seus sonhos! Não se deixe levar pelas emoções do momento, cuide de seu suado dinheiro, este é o conselho que posso dar aos ouvidos mais atentos. Quem não junta um, jamais chegará a dois…

 

“O PREÇO DA LIBERDADE É A ETERNA VIGILÂNCIA.”

 

Ricardo André

Consultor Financeiro, Palestrante, Professor

Economista e Pós-graduado em Gestão Empresarial e Finanças Corporativas pela FGV/RJ

Contato: cardozoandre@hotmail.com

Relacionados

Comente este artigo

Your email address will not be published.