O caminho é quase sempre uma encruzilhada. Indecisões, dúvidas, medos, e angústias são sentimentos presentes em nossa luta diária. Seguir em frente ou desistir? Será que minhas escolhas foram as melhores? O que tenho feito para realizar cada pedaço dos meus projetos? A vida escorre pelos dedos, deixando apenas o resquício da pele molhada. É a força do tempo, que nos coloca  na parede – nos becos escuros das grandes metrópoles. Enfim, somos o resultado de nossos esforços e comprometimento. A vida é um conjunto de possibilidades, que se mostra para aqueles que cavam o destino com as próprias mãos. Quando não percebemos o essencial, acabamos vivendo de sobras das mesas fartas. No fim de tudo, temos plena convicção que passamos a vida afinando o instrumento, mas não fomos capazes de realizar a bela apresentação. Por quê? Talvez por baixa auto-estima, por falta de convicção, por desleixo, por medo, por preguiça, por falta de oportunidades. Entretanto, há momentos que precisamos meter o pé na porta e arrombá-la, caso contrário, continuaremos na antessala do fracasso. O que nos falta  para compreender a engrenagem do sistema? Falta-nos educação. Precisamos compreender como a vida se processa. A engrenagem do sistema pode triturar as melhores intenções. Agora, pretendo escrever sobre o poder do dinheiro no tempo. Quando não somos educados para lidar com as finanças pessoais, infelizmente, a chance das coisas não acontecerem como gostaríamos é enorme. A poupança é condição única para o sucesso dentro do modelo econômico. Quando aprendemos a cuidar de nossas finanças tudo fica mais fácil. Poupar é a única maneira de mudar destinos e construir sonhos. A poupança é a cura da pobreza. Quem não poupa um, jamais chegará a ter dois. É preciso poupar. Poupar pelo menos 20% de nossos rendimentos. Sempre fui poupador, porque jamais aceitei a escravidão como realidade eterna. A liberdade é uma conquista diária, onde a conquista da Carta de Alforria se dá pela capacidade de poupar. Se queres a liberdade, jamais abra mão da poupança… E entenda o poder do dinheiro ao longo do tempo. Se começamos uma poupança vislumbrando o longo prazo não precisamos correr demais, mas sim, manter  a boa cadência e continuar percorrendo a estrada. Nada na vida vem de mão beijada. Nossos esforços e comprometimento  sãos os pontos fundamentais na construção de nossos projetos. Aprender a lidar com o dinheiro é condição única para o sucesso.

Tenho dito em minhas palestras e em tudo que escrevo, que as pessoas não são comprometidas e não estão convictas daquilo que desejam, por isso, terminam a vida abraçadas com a deusa da frustração, onde o lamento é terra farta. Conquistar uma vida de realizações não é fácil, porque, acima de tudo, é preciso muita renúncia e motivação para continuar lutando por dias melhores. Há momentos que  tudo parece desabar sobre nossas cabeças, simplesmente, porque não fomos capazes de planejar cada passo no caminho escolhido. A falta de planejamento tem enterrado muitos sonhos nas areias quentes do deserto. Dinheiro, meus amigos, não aceita desaforo e não fica em mãos desorganizadas. Se pretendemos mudar a realidade em que vivemos, precisamos, acima de tudo, cuidar, com muita inteligência, do nosso dinheiro. Quando respeitamos cada centavo que chega em nossas mãos, iniciamos uma nova jornada. Uma jornada que tem todas as condições de nos proporcionar o sucesso. Simplesmente, tudo na vida tem um preço. Não temos como fugir dessa lógica perfeita da natureza. Se quisermos conquistar uma vida livre e saudável, temos que compreender a engrenagem do dinheiro e o seu valor no tempo. Cada centavo desperdiçado ao longo de uma vida pode ser uma boa casa jogada no lixo. Nós, brasileiros, fomos educados para fracassar, na verdade, para sermos  pobres. A pobreza é um centro  de lucro para muitos. Se pretendemos mudar nossa história, temos que entender que não há almoço grátis. Planejar o futuro e cuidar de nossas finanças é condição básica para o sucesso. Muitos preferem viver o momento e gastar todo seu salário com aquilo que não é pão, no final, a vida torna-se um peso estrondoso. Por isso, tenho uma dica: aprenda a lidar com o valor do dinheiro no tempo, caso contrário a vida será repleta de incertezas… Cada escolha gera algum resultado no horizonte temporal. O lobo uiva, a noite toma seu lugar, a lua é a única luz que nos guia, atravessar a floresta pode ser um caminho sem volta, logo, o frio da noite e as feras a espreita tornam-se as principais ameaças. Quando não sabemos conduzir a nave da vida, temos cicatrizes profundas e consequências desastrosas… A vida é aquilo que queremos que ela seja. Depende de  agir ou não… A riqueza é uma conquista diária, uma lógica perfeita que se realiza na forma como tratamos o valor do dinheiro no tempo… Por favor, tenha atitude e mude sua realidade contraditória!

 

Ricardo André

Economista, Palestrante, Pós-graduado em Finanças e Gestão Empresarial pela Fundação Getúlio Vargas do RJ, Pós-graduado em Ciência Política pela Escola Superior de Guerra.

Relacionados

Comente este artigo

Your email address will not be published.