A hipocrisia muda, surda e cega, domina os salões nobres de nossa tal sociedade. Poucos tem moral e honra para dizer algo… Poucos poderiam falar sobre valores. Não somente na política, mas em todos os cantos e instituições. Apodrecemos como seres humanos, amargamos a escolha egoística de uma vida isolada e voltada pelo Eu faminto e desvairado. Somos, na verdade, uma multidão sem cara e sem forma. Somos a massa controlada pelas cordinhas do poder; perfeitas marionetes nas mãos dos sem escrúpulos. Oh, como é triste ver e perceber que nós, animais mamíferos, nos alimentamos de papel-moeda, de valores falsificados. Somos ludibriados por um modelo que nos encarcerou no mundo de necessidades inexistentes. Buscamos algo que não existe: felicidade completa, sonhos sem fundamento, riquezas sem sentido, tudo, simplesmente tudo isso, é o resultado de uma estrutura produtiva, que tem eliminado a força da poesia e o sentido de uma vida verdadeira. Podemos sentir a todo instante, que as coisas vem piorando, não só pela corrupção escancarada de homens públicos, mas pela busca alucinante de todos nós. Esquecemos o que de fato buscamos e somos. Estamos perdidos. Estamos sendo banidos das terras da felicidade, porque fizemos trocas equivocadas. Não valorizamos aquilo que é essencial e assim, sentimos a ausência do verdadeiro significado. Perdemos o jogo pelo barulho de nossa vida urbana tresloucada, onde álcool, drogas  e sexo banalizado têm assumido o comportamento de nossos jovens. Trocamos vida por dinheiro e achamos que o dinheiro é capaz de solucionar tudo e para isso, trabalhamos como loucos sem ter tempo de fazer aquilo que, de fato, fomos preparados. Em outras palavras: perdemos o jogo e muito tempo precioso nessa nossa rápida trajetória. Precisamos eliminar a hipocrisia de nossos mundinhos medíocres e viver aquilo que acreditamos que vale a pena. É preciso,urgentemente, que tiremos as máscaras e destituímos a vida falsificada de nossa rotina e nos coloquemos a serviço da vida … Chega, simplesmente chega, de tanta hipocrisia… O mundo sofre e a gente perde… perde o tempo precioso que nos foi concedido a serviço da felicidade… viver é um ato de muita ousadia e de uma profunda verdade…  Bem vindo ao mundo da relatividade… Chegamos na encruzilhada, na perfeita encruzilhada e agora precisamos escolher o caminho e resgatar tudo que foi perdido e repudiado por nossa visão pequena e míope. O que será da próxima geração? O que será da vida? O que estamos fazendo? Quem somos e o que buscamos? Precisamos encontrar o caminho, senão colocaremos tudo a perder… Será que seremos vencidos pelos discursos ocos e falsificados de nossos representantes públicos, de nossos líderes, que colocaram o dinheiro acima de todas as coisas? A maldita hipocrisia tem destruído os valores de toda nossa gente… Acordemos enquanto ainda  é possível, porque a vida é simplesmente possibilidades… A força da hipocrisia, criou uma sociedade sem rosto…

Ricardo André

Economista, Pós-Graduado em Ciência Política, Pós-Graduado em Gestão Empresarial e Finanças Corporativas pela FGV – RJ, Palestrante Motivacional, Consultor Financeiro, Professor de Finanças e Professor de Matemática Financeira.

Contato: cardozoandre@hotmail.com

Relacionados

Comente este artigo

Your email address will not be published.